Grupo Nonna

Trabalho temporário é oportunidade para quem busca o primeiro emprego

A+A-

Com o aumento nas vendas, principalmente no comércio varejista, os jovens ainda sem experiência profissional, mas que estão em busca de uma oportunidade, têm uma boa chance de conseguir uma vaga e ingressar no mercado de trabalho. Isso porque, somente nos próximos meses, a previsão da Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário), é da abertura de 123 mil postos de trabalho temporários em todo o Brasil. Um aumento de 7% em relação ao ano passado.

Diversos empreendimentos comerciais estão com inauguração prevista para este ano devido à Copa do Mundo. Além de proporcionar o crescimento do mercado varejista, a construção de grandes centros de compras deve gerar em torno de 40 mil novos empregos diretos. A estimativa é que 18 shoppings centers e 275 supermercados estejam funcionando até o fim do próximo ano.

O Portal Busca Jovem, iniciativa de cinco entidades associadas ao Gife (Instituto Hedging-Griffo, Instituto ibi, Fundação Itaú Social, Instituto Unibanco e Instituto Votorantim) apurou junto à Asserttem que jovens em situação de primeiro emprego respondem por 27% dos contratos previstos. O comércio reconhece a necessidade de dar a oportunidade para os jovens adquirirem alguma experiência que será importante para a sua carreira, num mercado cada vez mais competitivo. “O setor analisa também o aspecto social e contribui para isso”, aponta.

Para poder concorrer às vagas, é importante que o candidato tenha a partir de 18 anos e Ensino Médio completo. Jismalia lembra que a qualificação é ponto de partida. “Hoje, os jovens podem concluir o Ensino Médio com muito mais facilidade do que no passado. Desta forma, é sempre importante a pessoa buscar conhecimento, estudar. Quanto mais qualificação ele tiver, mais chances terá de conseguir um emprego, assim como um salário compatível para suas qualificações”. Ter um curso profissionalizante ou de capacitação profissional também pode ser um grande diferencial.

Em quase todos os processos seletivos não é exigida experiência anterior na função desejada. Mas, para se destacar na selação, é importante que os jovens apresentem outras qualidades, como bom relacionamento interpessoal, boa comunicação, capacidade de trabalho em equipe e identificação com o comércio.

Essas habilidades seriam decisivas para aqueles que desejam continuar no emprego e conseguir efetivação no emprego após as festas. “O trabalho temporário dá a oportunidade da pessoa mostrar o seu potencial. Quando faz o seu trabalho de maneira positiva, pró-ativa e organizada, mostrando interesse pela empresa, com certeza terá uma chance. É preciso querer e ter empenho para conseguir”, destaca a coordenadora da Asserttem.

E as oportunidades existem. Segundo a pesquisa a Associação, neste ano, a média de efetivação está estimada em 17%, resultado que representa emprego para 21 mil pessoas. O varejo na rua será o segmento que mais efetivará seus funcionários temporários no final do ano (21%). Em seguida, estão as lojas de departamentos que deverão efetivar 17% dos seus colaboradores temporários. A contratação permanente dos jovens que estão no seu primeiro emprego será maior ainda, de 35%.

Para participar dos processos seletivos abertos, os jovens podem encaminhar currículos (veja os processos abertos abaixo) para as empresas diretamente, comparecer pessoalmente às lojas e comércios ou ainda entrar em contato com as agências de Recursos Humanos, responsáveis pelas entrevistas e encaminhamentos para as vagas.

O Grupo Nonna é uma excelente oportunidade para estes jovens que buscam o primeiro emprego, dando ainda à oportunidade dos mesmos serem efetivados nas empresas contratantes.